Cliquem aqui, http://radiovitrolaonline.com.br/, acionem a Rádio Vitrola, minimizem e naveguem suavemente sem comerciais.

.- A ÁRVORE QUE O SÁBIO VÊ, NÃO É A MESMA ÁRVORE QUE O TOLO VÊ! William Blake, londrino, 1800.

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Daqui a algumas horas estará nascendo um Novo Ano.


Em 31 dez 2012; segunda-feira; às 17,15 horas

Daqui a algumas horas estará nascendo um Novo Ano.
Morre o 2012 e surge o 2013.
É a eterna transformação no seu fluir incessante.

Nossa sociedade está condicionada a pensar na morte como
uma inimiga.
Nossa sociedade nos ensinou a temer a morte, mas há outras
maneiras de encará-la. "A morte não está extinguindo a luz",
escreveu o poeta e visionário indiano Rabindranath Tagore.
"Está apagando a lâmpada porque amanhece."

Kahlil Gibran, poeta e filósofo libanês, foi durante muito tempo
conhecido e respeitado por seu trabalho por milhões de pessoas de língua árabe. Gibran passou seus últimos vinte anos de vida nos Estados Unidos e começou a escrever em inglês.
Diz ele em seu livro O Profeta:

"Mas o que é morrer,
além de ficar nu ao vento e derreter ao sol?
E o que é parar de respirar,
além de libertar a respiração de seu fluxo incansável,
para que ela possa subir, expandir-se e buscar Deus desimpedida?
Só quando você bebe do rio do silêncio é que realmente canta.
E quando você chega ao topo da montanha é que começa a escalada.
E quando a terra clama por suas pernas é que você realmente dança."


Que todos possam no 2013 sentir na mente e no coração, a eterna
 EXISTÊNCIA DE DEUS.

Como?

Vejamos o que segue:

"Conta-se que um velho árabe analfabeto orava com tanto fervor e com
tanto carinho, cada noite, que, certa vez, o rico chefe de grande caravana chamou-o à sua presença e lhe perguntou:
- Por que oras com tanta fé? Como sabes que Deus existe, quando nem 
ao menos sabes ler?
O crente fiel respondeu:
- Grande senhor, conheço a existência de Nosso Pai Celeste pelos sinais dele.
- Como asssim? - indagou o chefe, admirado.
O servo humilde explicou-se:
- Quando o senhor recebe uma carta de pessoa ausente, como reconhece quem a escreveu?:
- Pela letra.
- Quando o senhor recebe uma jóia, como é que se informa quanto ao
autor dela?
- Pela marca do ourives.
O empregado sorriu e acrescentou:
- Quando ouve passos de animais, ao redor da tenda, como sabe, depois se foi um carneiro, um cavalo ou um boi?
- Pelos rastros - respondeu o chefe, surpreendido.
Então, o velho crente convidou-o para fora da barraca e, mostrando-lhe o céu, onde a lua brilhava, cercada por multidões de estrelas, exclamou respeitoso:
- Senhor, aqueles sinais, la em cima, não podem ser dos homens!
Nesse momento, o orgulhoso caravaneiro, de olhos lacrimosos,
ajoelhou-se na areia e começou a orar também."

PAZ, muita PAZ a todos.

Marcelo.

Lindo, lindo, lindo. 
Obrigado Marcelo. Um grande abraço. Feliz 2013 e fico-lhe muito agradecido pelo frasco de suco de uva integral orgânico, da COOPEG - Cooperativa dos Produtores Ecologistas  de Garibaldi Ltda. Descobri que está à venda no Pão-de-Açúcar e lá fui buscar outro "correndinho." 

UM NOVO ANO PLENO DE HARMONIA, SAÚDE E PAZ!


Meu caro e bom amigo e irmão Sérgio, saudações!

É momento de Paz e Comunhão. Por essa razão, quero contigo, também, compartilhar um pouco das minhas reflexões. Mas, principalmente, expressas a minha profunda gratidão pela Vida, pelos amigos e pelas experiências que o ano que se encerra nos proporcionou para o nosso aperfeiçoamento e evolução.
Assim, meu querido amigo, aceita pois minha gratidão, pela inspiradora amizade e pelas tuas belas ações, sobretudo ai no seu "bloguito", que esta sempre, de alguma forma, representando nossos anseios, nossas reclamações, mas - também - refletindo nossas alegrias e boas emoções!

Com gratidão:

UM NOVO ANO PLENO DE HARMONIA, SAÚDE E PAZ!


No romper de um novo ano, quando os corações e as mentes se voltam à reflexão rememorando o passado e contemplando as possibilidades do porvir, possa o momento mágico da sútil comunhão trazer à tua nobre Alma, no silêncio do teu coração, o mais puro sentimento do comprometimento com a Esperança, com o Perdão e a Renovação.



E, tal qual o pássaro mitológico, que tua essência interior ouse lançar-se nas Chamas do Amor e renasça transformada, renovada, no mais pleno sentimento da Fraternidade Universal. E, também,cada vez mais compromissada com a Aliança da sublime Paz e da Caridade Universal, a fim de que durante o novo ciclo tu mesmo sejas o instrumento das mais belas realizações que tem o poder de dissipar as dores, dissolver as diferenças, acolher os sofredores, espalhar a compreensão e restabelecer a fraternidade entre todos os homens e os seres da Criação.

Que possamos, na sútil comunhão, estamos juntos em pensamento e oração rogando, também, a todos os nossos irmãos de humanidade, a fim de que os homens se tornem cada vez mais receptivos aos influxos do Amor Universal!

Fraternalmente;

Ferrari
Meu caro e bom amigo e irmão Ferrari, saudações! Muito Obrigado é pouco, muito pouco, mas significa muito, diante de minhas limitações.Um grande abraço prezado amigo. Excelente 2013.

A Árvore Generosa


A Árvore Generosa

(The Giving Tree)

Era uma vez uma Árvore que amava um menino.
E todos os dias, o menino vinha e juntava as suas folhas. E com elas fazia coroas de rei. E com a Árvore, brincava de rei da floresta. Subia no seu grosso tronco, balançava-se em seus galhos! Comia seus frutos.
e quando ficava cansado, o menino repousava à sua sombra fresquinha.
O menino amava a Árvore profundamente.
E a Árvore era feliz!

Mas o tempo passou e o menino cresceu!
Um dia, o menino veio e a Árvore disse: "Menino, venha subir no meu tronco, balançar-se nos meus galhos, repousar à minha sombra e ser feliz!”
"Estou grande demais para brincar", respondeu o menino. "Quero comprar muitas coisas. Você tem algum dinheiro que possa me oferecer?"
"Sinto muito", disse a Árvore, "eu não tenho dinheiro. Mas leve os frutos, Menino. Vá vendê-los na cidade, então terá o dinheiro e você será feliz!"
E assim o menino subiu pelo tronco, colheu os frutos e levou-os embora.
E a Árvore ficou feliz!

Mas o menino sumiu por muito tempo... E a Árvore ficou tristonha outra vez.
Um dia, o menino veio e a Árvore estremeceu tamanha a sua alegria, e disse: "Venha, Menino, venha subir no meu tronco, balançar-se nos meus galhos e ser feliz."
"Estou muito ocupado pra subir em Árvores", disse o menino. "Eu quero uma esposa, eu quero ter filhos e para isso é preciso que eu tenha uma casa. Você tem uma casa pra me oferecer?"
"Eu não tenho casa", disse a Árvore. "Mas corte os meus galhos, faça a sua casa e seja feliz."
O menino depressa cortou os galhos da Árvore e levou-os embora para fazer uma casa.
E a Árvore ficou feliz!

O menino ficou longe por um longo, longo tempo, e no dia que voltou, a Árvore ficou alegre, de uma alegria tamanha que mal podia falar.
"Venha, venha, meu Menino", sussurrou, "venha brincar!"
"Estou velho para brincar", disse o menino, "e estou também muito triste." "Eu quero um barco ligeiro que me leve pra bem longe. Você tem algum barquinho que possa me oferecer?"
"Corte meu tronco e faça seu barco", disse a Árvore. "Viaje pra longe e seja feliz!"
O menino cortou o tronco, fez um barco e viajou.
E a Árvore ficou feliz, mas não muito!

Muito tempo depois, o menino voltou.
"Desculpe Menino", disse a Árvore. "não tenho mais nada pra te oferecer. Os frutos já se foram."
"Meus dentes são fracos demais pra frutos", falou o menino.
"Já se foram os galhos para você balançar", disse a Árvore.
"Já não tenho idade pra me balançar", falou o menino.
"Não tenho mais tronco pra você subir", disse a Árvore.
"Estou muito cansado e já não sei subir", falou o menino.
"Eu bem que gostaria de ter qualquer coisa pra lhe oferecer", suspirou a Árvore. "Mas nada me resta e eu sou apenas um toco sem graça. Desculpe...”.
"Já não quero muita coisa", disse o menino, "só um lugar sossegado onde possa me sentar, pois estou muito cansado.”.
"Pois bem", respondeu a Árvore, enchendo-se de alegria. "Eu sou apenas um toco, mas um toco é muito útil pra sentar e descansar. Venha Menino, depressa, sente-se em mim e descanse."
Foi o que o menino fez.
E a Árvore ficou feliz...
A Generosidade faz bem a alma!

José Raul Machado Ribas



Raul, obrigadaço "traveiz"

Mensagem de ano novo

Mensagem de ano novo - New Year Message

(desconheço a autoria)

Tenha a paz no seu coração e voará alto tão alto que jamais será alcançado pelo mal...
Brinde sem exageros e terá o equilíbrio, a vida...
Creia que é capaz de alcançar os seus objetivos.
Acredite... uma boa ideia se transformará numa realização...
Preserve a própria vida e respeite a vida alheia.
Ame com intensidade. Não tenha medo de alcançar as estrelas.
E o mais importante dos ingredientes...
encontre-se com Deus todos os dias...
assim tudo se tornará muito mais simples
e o seu ano será Iluminado!
D.G.Lins
Obrigado Déa, não pude responder em sua página porque meu Youtube dessa conta está com a senha perdida. Ainda hoje me lembrei de você ao colocar fundo musical de um filmete, sua bela canção, Súplica de uma Árvore. Vamos revê-la?
Feliz 2013

              

Linda canção, óptima interpretação, belíssima história. MAJU

video


Maju Costa, de Braga, Portugal, oportuna mensagem, muito obrigado e um abraço.



Olá Ângela Míriam, "carioca" de Salvador/BA, muito obrigado. Um abraço e Feliz 2013 também. Criativo seu cartão, o seu número.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

PANE NO ESTÚDIO


APAGÃO ocorrido no entorno, de quinta às 21,30 até sexta às 16,00hs. Nunca antes na história havia ocorrido tamanha demora na restauração. Energias de Portugal - EDP, castigando brasileirinhos, cada dia mais sem esperanças. Junto da pane vieram descontrole no alarme, obrigando este septuagenário a subir no telhado às 4 da manhã para arrancar os fios das sirenes que ecoavam sem parar, para o desconforto dos nossos vizinhos. A CPU também queimou e foi para a manutenção. Finalizando, o Speedy  desapareceu do pedaço. 
Bem provável que só seremos atendidos após o dia 02, até lá, postaremos pouco, pois aqui da Lan House é complicado, sem contar que meus preciosos arquivos estão no HD, que mais uma vez não abre.
Feliz Ano Novo a todos.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Falando com Rosinha

UM COMENTÁRIO:

o;

RAUL RIBAS27 de dezembro de 2012 13:45Falando com Rosinha

Uma universitária ainda jovem, entusiasmada ao notar a facilidade como George Bernard Shaw escrevia tanto e tão profusamente, quis saber do já velho pensador escocês o que seria necessário fazer para também escrever tão bem? Shaw, como sempre irônico e irreverente, respondeu-lhe sem disfarçar certo cinismo na voz: “nada, há coisas minha filha que, não se aprende, ou se sabe ou não”.

Realmente, escrever, a exemplo de tantas outras virtudes, é graça congênita! Mozart nasceu músico tanto quanto Pelé nasceu jogando futebol... Triste mesmo me parece, quando alguém nasce com uma habilidade e por circunstância tantas e as mais diversas, delas não se apercebe!

Miguel de Cervantes, por exemplo, depois de ter fracassado ao longo da vida em inumeráveis iniciativas, derrotado e infeliz, recolheu-se a casa, e na falta do que fazer deu ao mundo o universal clássico “Dom Quixote de La Mancha! A nossa doce Cora Coralina, outro exemplo, escreveu seu primeiro livro depois do 60 anos de idade e a tempo de desfrutar enorme popularidade como poeta e escritora, graças a um elogio público de Carlos Drummond de Andrade de quem se fez amiga até a morte deste.

Assim sendo, pelo pouco que foi dito, que a nossa Rosinha me permita a ousadia de uma sugestão: - que adote como sua fonte de perene inspiração a nossa doce goiana de Goiás Velho, Cora Coralina, e se atente para o conselho que deixou: “O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher. Nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas e ainda completou: "Eu sou aquela mulher que fez a escalada da montanha da vida, removendo pedras e plantando flores". A propósito, ainda de Cora Coralina sobre as mãos: Mãos de semeador... Afeitas à semente ira do trabalho. Minhas mãos são raízes procurando terra. Semeando sempre.

CORA CORALINA

RAUL RIBAS


Rosinha deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Talvez um dia eu enfeite minha árvore da vida com ...":

Falando com Raul Ribas
Escrever começou como uma grande brincadeira no Facebook; ou talvez muito antes, quando na juventude era tímida no falar e ousava no escrever, como forma de conversar sem correr riscos. A vida e o curso de psicologia melhoraram o que acreditava ser defeito de fabricação, e os escritos ficaram esquecidos... Foram retomados como disse, quando já avó e aprendiz das artes da informática numa brincadeira no Facebook, e agora depois dos sessenta sem medos inúteis. Sem nenhuma pretensão daí saíram para o Ecoeantigos; me basta e me honra que continuem onde estão; jamais serão “Pigmaleão”ou “Don Giovanne”, assim como jamais jogarei futebol. Citando também Cora Coralina; “ O saber se aprende com os mestres, a sabedoria com o corriqueiro da vida...”,e é desse corriqueiro que falo; com simplicidade, como uma conversa entre amigos; distante anos luz do genial e atormentado Miguel de Cervantes que você citou, e como disse Cora Coralina ...”semear tranqüilo sem pensar na colheita....”
Feliz Ano Novo!

Rosa Marin Emed-Rosinha 

SURSUM CORDA


(21/12/12)

Já que o mundo não acabou,
e nem a vida se desfez,
apenas empalideceu por momentos
e datas específicas...

Já que superamos nossas dores,
dificuldades e insensatez,
mesmo que parcialmente,
mesmo que com ataduras aqui e acolá
e nos levantamos, mais decididos e sábios
contra quedas, decepções e frustrações...

Já que as estradas da vida
vão se afunilando e encurtando
e encurralando-nos a energia,
mesmo a contragosto
e com desejo imane de segurar
os ponteiros do Tempo,
principalmente quando estamos juntos
em jornadas felizes
e com resultados expressivos...

Já que estamos a um pulo,
somente a um pequeno pulo
de um Novo Ano,
julguei oportuno te estender o meu afeto,
a minha Amizade, o meu coração,
e, portanto,  os meus sentimentos
compostos da essência do bem viver, tais como:
amor-alegria, saudade-amor, alegria-saudade,
alegria-amor,
para te desejar férteis sonhos e conquistas
na magia do teu caminhar pelas Encruzilhadas
da Vida...

Que sejam cada dia e cada noite iluminados
pela Luz Divina,
a qual – te revelo de coração –
é preciosa e necessária demais...

Somos possuídos de enganos, maus juízos, mal ditos,
tristeza e raiva, mas, sobretudo,
somos predestinados,
pois temos dignidade,  Amor e Perdão
dentro de nós.
GeraldoMiguel.

Obrigado prezado Gêmiguel e para os incultos, como exemplo, este blogueiro, cliquemos abaixo;

Vítima do bondinho da EFCJ solicita ajuda através do ecoeantigos



Eliana Lima deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Acidente com bondinho mata um passageiro em S. Ant...": 

EU SOU ELIANA DE CARVALHO O LIMA, MÂE DA VITIMA DO ACIDENTE,COM BONDINHO DE CAMPOS DO JORDÂO,A VITIMA É LILIAN CARVALHO DE LIMA,A ULTIMA A SAIR DO HOSPITAL.GOSTARIA DE SABER QUANDO É QUE A FERROVIA E O ESTADO DE S/P VAI PRSTAR, ALGUM TIPO DE ASSISTENCIA A MINHA FILHA,LILIAN? ESTAMOS GASTANDO O QUE NÃO TEMOS,A SITUAÇAO ESTA DIFICIL,COMPRAR REMEDIOS,EX COMO ANTIBIÓTICO É MUITO CARO.ATÉ AGORA NÃO TIVEMOS NENHUM TIPO DE AJUDA,A VIDA DA MINHA FILHA, ESTA PARADA,ESTA AFASTADA DO TRABALHO,COM BRAÇOS QUEBRADOS,COM FACE QUEBRADA,COMENDO SOPA COM CANUDINHO COM FALHA DE DENTE NA BOCA,E VOCES AINDA ACHAM POUCO? GOSTARIA QUE ALGUEM NOS AJUDASSEMOS,DE TODAS A FORMA POSSÍVEL SE QUISER LIGAR PRA MIM PODE,[12[97438824,.OBRIGADO. 

Olá Eliana;
O ecoeantigos apenas reproduziu matéria sobre o acidente e lamentou o ocorrido. 
O site da EFCJ - Estrada de Ferro Campos do Jordão é;
Neste sítio, tem o endereço de e-mail adequado e recomendamos que dirija este seu justíssimo pleito ao mesmo.
Nossos votos para que seja atendida.
Abraços e obrigado.

VEJA DE HOJE?



 VEJA AQUI


Impressoras 3D -- Criando objetos uma camada por vez




BATALHA DO MENSALÃO

               
             JOGAR



MENSAGEM Nº 156/2012, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2012, DA PREFEITURA DE PINDA, DISPONDO SOBRE O FECHAMENTO E CONTROLE DE ACESSO A LOTEAMENTOS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS E FECHAMENTO DE RUAS - A CÂMARA APROVOU E JÁ É LEI MUNICIPAL



 CLIQUEM QUE AMPLIA



quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Vila Nova de Gaia - Mar e Rio - Portugal

video

Olá Maju Costa, de Braga, Portugal. Muito obrigado e um grande abraço.

Talvez um dia eu enfeite minha árvore da vida com idéias coloridas.


É bonito ver a casa enfeitada pro Natal, principalmente a árvore em seu lugar de destaque. Sabemos que a Árvore de Natal representa o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, enfeitá-la é uma forma de agradecer Sua vinda. Mas o costume de enfeitar árvores parece ser mais antigo que o nascimento de Jesus, dois milênios antes creditava se a elas a energia da fertilidade da Mãe Natureza. Mais tarde eram enfeitadas para que depois da queda de suas folhas no inverno, o espírito das árvores voltasse. Essa história me fascinou, talvez porque árvores tenham sempre feito parte de minha vida como entidades que sempre me acompanharam... Uma das primeiras lembranças que tenho é de uma enorme figueira no quintal da casa em que nasci, onde meu irmão José, um verdadeiro contador de histórias reunia os primos pra contar “causos”. Mais tarde já em outra casa tínhamos um enorme pomar e uma parreira embaixo da qual reuníamos a família para os almoços de Natal e Ano novo. E o cafezal de meu pai...na florada tinha seus pés enfeitados de flores brancas e perfumadas, imponentes e belos como árvores de Natal. O pomar e a parreira duraram até o final de minha adolescência, mas restaram os pés de romã de minha mãe, lindos, no natal ela sempre me presenteava com algumas romãs que eu reservava para o Ano Novo, dizem que traz boa sorte para o ano que se sucede. Ainda hoje as romãs me lembram minha mãe e seu desejo de sorte para os filhos e netos. 


Muitos anos mais tarde morei numa chácara em Curitiba, onde nos fundos havia um pequeno bosque, mas as minhas árvores preferidas estavam na frente, junto ao portão de entrada; eram dois caquizeiros majestosos...no primeiro inverno me assustei com a queda de suas folhas, pareciam ter morrido, mas provavelmente seus “espíritos”estavam satisfeitos e voltaram com toda força na primavera e pouco depois se enfeitaram de frutos que acredito ser um dos mais saborosos. Não entendo como Eva sentiu se tentada por uma insossa maçã; o fruto do “pecado” deveria ter sido um suculento caqui. E assim foi por dezoito anos enquanto lá morei; meus caquizeiros não se rendiam ante as intempéries...exemplares caquizeiros... 

Hoje moro num apartamento e na sacada tenho algumas valentes orquídeas que sobrevivem há muito tempo, todas presentes que minhas filhas e eu ganhamos, mais elas do que eu. Como meus caquizeiros elas também vão e voltam, a grande diferença é que as folhas continuam verdes, são as folhas da esperança ou da fé, prova de que a despeito do inverno as flores voltarão...são sábias minhas orquídeas...Mas ultimamente tem me intrigado mesmo uma pimenteira, que juro não lembro como veio parar em minha sacada, dizem que traz boa sorte ou que espanta o azar, pelo sim pelo não a mantive, embora já ressequida e triste. Eis que numa manhã aparece enfeitada de frutinhas verdes e vermelhas, me fizeram lembrar Rubem Alves em seu livro “Pimentas”. Diz ele; ”Pimentas são frutinhas coloridas que têm poder para provocar incêndios na boca. Pois há idéias que se assemelham às pimentas: elas podem provocar incêndios nos pensamentos. Mas para provocar um incêndio, não é preciso fogo. Basta um único pensamento-pimenta”. As plantas sempre me surpreendem...os pensamentos também...
Talvez um dia eu enfeite minha arvore da vida com idéias coloridas.
Rosa Marin Emed


                
Olá Rosinha, muito obrigado e um grande abraço.

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Mensagem de Final de Ano do Mestre


A mensagem de final do ano do mestre José Paulo Ferrari  ao site do CAAT - Clube de Autos Antigos de Taubaté poderá ser lida ===> AQUI




Dizer que papai Noel não existe! Papai Noel existe, e viverá para sempre! Graças a Deus! Mesmo daqui a mil anos, Virginia – não: mesmo daqui a dez vezes dez mil anos, ele continuará a alegrar o coração da infância.


Prezado Editor, 

Tenho 8 anos de idade. Alguns dos meus pequenos amiguinhos dizem que Papai Noel não existe. Papai me disse: “Se você ler tal informação no jornal The Sun, então é verdade”. 

Por favor, diga-me a verdade: Papai Noel existe? 

Virginia O’Hanlon 

A resposta foi publicada pelo jornal no dia 21 de setembro de 1897: 

Virginia, seus amiguinhos estão errados. Eles foram afetados pelo ceticismo de uma era cética. Eles não acreditam a não ser no que veem. Eles acham que nada pode existir que não seja compreensível por suas pequenas mentes. 

Todas as mentes, Virginia, tanto dos adultos quanto das crianças, são pequenas. Neste nosso grande universo, o homem é um mero inseto, uma formiga, em seu intelecto, comparado com o mundo sem limites ao seu redor, e medido pela inteligência capaz de captar toda a verdade e conhecimento. 

Sim, Virginia, Papai Noel existe. Ele existe com a mesma certeza que existe o amor, a generosidade e a devoção; e você sabe que eles existem em abundância e dão à sua vida o mais alto grau de alegria e beleza. Ai de nós, que triste seria o mundo se Papai Noel não existisse! Seria tão triste quanto se não existissem Virginias. Nesse caso não existiria a fé inocente e sincera, nem a poesia, nem o romance para tornar tolerável essa vida. Nós não teríamos prazer e alegria, a não ser pelos sentidos e pela visão. A luz eterna com a qual a infância preenche o mundo seria apagada. 

Não acreditar em Papai Noel! Isso seria tão absurdo quanto não acreditar em fadas! Você poderia fazer seu papai contratar homens para espiar todas as chaminés na véspera de Natal para avistar o Papai Noel, mas ainda que eles não vissem o Papai Noel descendo, o que isso provaria? Ninguém vê o Papai Noel, mas isso não é sinal de que Papai Noel não existe. As coisas mais reais do mundo são aquelas que nem as crianças, nem os homens, podem ver. Você alguma vez já viu fadas dançando no gramado? É claro que não, mas isso não é prova de que elas não existem. Ninguém pode conceber ou imaginar todas as maravilhas que não são vistas ou são invisíveis no mundo. 

Você pode destruir o chocalho de um bebê e ver aquilo que produz o som dentro dele, porém existe um véu que encobre o mundo invisível, que nem o homem mais forte, nem a soma das forças de todos os homens mais fortes que já viveram até hoje, é capaz de destruir. Somente a fé, a fantasia, a poesia, o amor e o romance podem transpor essa cortina e ver, capturar o cenário paradisíaco de glória e beleza que está além. Tudo isso existe? Ah, Virginia, nesse mundo não há nada que seja mais real e duradouro. 

Dizer que papai Noel não existe! Papai Noel existe, e viverá para sempre! Graças a Deus! Mesmo daqui a mil anos, Virginia – não: mesmo daqui a dez vezes dez mil anos, ele continuará a alegrar o coração da infância. 

FELIZ NATAL

Raul, existe mesmo. Ontem a noite filmei a Juju, quase 8 aninhos, recebendo seu presentinho do Papai Noel. A mais doce ilusão da nossa vida. Todos nós sempre acreditamos.
Obrigado, Abração e Feliz Natal pela enésima vez.

Amor verdadeiro!!!!!

Aconteceu no Presépio, na praça central de Criciúma/SC
É a mais perfeita expressão da inocência e do amor.
Não pode haver mais lindo!!!!
Sueli;


Obrigado Sueli, abraços.

Manual para 2013


Prezado Sérgio, 


FELIZ NATAL E QUE 2013 SEJA UMA ANO DE GRANDES BENÇÃOS PRA VOCÊ E SUA FAMÍLIA. GRANDE ABRAÇO, 

 GERALDO TADEU





Relembremos o dia inesquecível na vida de Geraldo Tadeu e por bondade do Senhor, estivemos presentes para documentar;


video

Manual para 2013
Saúde:
1. Beba muita água;
2. Coma mais o que nasce em árvores e plantas, e menos comida produzida em fábricas;
3. Viva com os 3 E's: Energia, Entusiasmo e Empatia;
4. Arranje tempo para orar;
5. Jogue mais jogos;
6. Leia mais livros do que leu em 2012;
7. Sente-se em silêncio pelo menos 10 minutos por dia;
8. Durma 8 horas por noite;
9. Faça caminhadas de 20-60 minutos por dia, e enquanto caminha sorria.
Personalidade:
11. Não compare a sua vida a dos outros. Ninguém faz idéia de como é a caminhada dos outros;
12. Não tenha pensamentos negativos ou coisas de que não tenha controle;
13. Não se exceda. Mantenha-se nos seus limites;
14. Não se torne demasiadamente sério;
15. Não desperdice a sua energia preciosa em fofocas;
16. Sonhe mais;
17. Inveja é uma perda de tempo. Você tem tudo que necessita;
18. Esqueça questões do passado. Não lembre seu parceiro dos seus erros do passado. Isso destruirá a sua felicidade presente;
19. A vida é curta demais para odiar alguém. Não odeie;
20. Faça as pazes com o seu passado para não estragar o seu presente;
21. Ninguém comanda a sua felicidade a no ser você;
22. Tenha consciência que a vida é uma escola e que está nela para aprender. Problemas são apenas parte, que aparecem e se desvanecem como uma aula de álgebra, mas as lições que aprende, perduram uma vida inteira;
23. Sorria e gargalhe mais;
24. Não é necessário ganhar todas as discussões. Aceite também a discordância.
Sociedade:
25. Entre mais em contato com sua família;
26. Dê algo de bom aos outros diariamente;
27. Perdoe a todos por tudo;
28. Passe tempo com pessoas acima de 70 anos e abaixo de 6;
29. Tente fazer sorrir pelo menos três pessoas por dia;
30. Não lhe diz respeito o que os outros pensam de você;
31. O seu trabalho não tomará conta de você, quando estiver doente. Os seus amigos o farão. Mantenha contato com eles.
A Vida:
32. Faça o que é correto;
33. Desfaça-se do que não é útil, bonito ou alegre;
34. DEUS cura tudo;
35. Por muito boa ou má que a situação seja, ela mudará;
36. Não interessa como se sente. Levante-se, se arrume e apareça;
37. O melhor ainda está para vir;
38. Quando acordar vivo de manhã, agradeça a DEUS pela graça;
39. Mantenha seu coração sempre feliz;
Por último:
40. Envie para aqueles que você ama e deseje-lhes um 2013 maravilhoso!!!



Meu Mestre querido. Muito obrigado, um grande abraço a você e a toda sua abençoada família..

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012



MENSAGEM DE NATAL DE UMA VIZINHA

Em 22 de dezembro de 2012 14:53, Shirley 
<XXXXXXXX@yahoo.com.br> escreveu:

PREZADOS VIZINHOS - BOAS FESTAS


É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca.

É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança, que mora dentro de nossos corações. 
É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui.
Noite cristã, onde a alegria invade nossos corações trazendo a paz e a harmonia. 
O Natal é um dia festivo e espero que o seu olhar possa estar voltado para uma festa maior, a festa do nascimento de Cristo dentro de seu coração. 
Que neste Natal você e sua família sintam mais forte ainda o significado da palavra amor, que traga raios de luz que iluminem o seu caminho e transformem o seu coração a cada dia, fazendo que você viva sempre com muita felicidade e sobretudo, com esperança
Também é tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho para uma vida cada vez mais feliz. 
Teremos outras 365 novas oportunidades de dizer à vida, que de fato queremos ser plenamente felizes. Que queremos viver cada dia, cada hora e cada minuto, em sua plenitude, como se fosse o último. Que queremos renovação e buscaremos os grandes milagres da vida a cada instante. 
Todo Ano Novo é hora de renascer, de florescer, de viver de novo. 
Aproveite este ano que está chegando para realizar todos os seus sonhos! Permita-se sonhar.

FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO PARA TODOS!

Mas, por favor, lembrem-se dos nossos animaizinhos que tem pavor de fogos. Comemorem muito, mas não soltem rojões.
Shirley Carvalho Pitta Rodrigues


Especialmente para a Juju - a/c do vovô coruja

Poema de Natal 
Jorge de Lima 

Ó Meu Jesus, quando você 
ficar assim maiorzinho 
venha para darmos um passeio 
que eu também gosto de crianças. 

Iremos ver as feras mansas 
que há no jardim zoológico. 
E em qualquer dia feriado 
iremos, então, por exemplo, 
ver Cristo Rei do Corcovado. 

E quem passar 
vendo o menino 
há de dizer: ali vai o filho 
de Nossa Senhora da Conceição! 

– Aquele menino que vai ali 
(diversos homens logo dirão) 
sabe mais coisas que todos nós! 
– Bom dia, Jesus! – dirá uma voz. 

E outras vozes cochicharão: 
– É o belo menino que está no livro 
da minha primeira comunhão!
 
– Como está forte! – Nada mudou! 
– Que boa saúde! Que boas cores! 
(Dirão adiante outros senhores.) 

Mas outra gente de aspecto vário 
há de dizer ao ver você: 
– É o menino do carpinteiro! 

E vendo esses modos de operário 
que sai aos domingos para passear, 
nos convidarão para irmos juntos 
os camaradas visitar. 

E quando voltarmos 
pra casa, à noite, 
e forem para o vício os pecadores, 
eles sem dúvida me convidarão. 

Eu hei de inventar pretextos sutis 
pra você me deixar sozinho ir. 
Menino Jesus, miserere nobis, 
segure com força a minha mão. 

José Raul Machado Ribas
Raul, também corujaço, obrigado e um abraço.