Cliquem aqui, http://radiovitrolaonline.com.br/, acionem a Rádio Vitrola, minimizem e naveguem suavemente sem comerciais.

.- A ÁRVORE QUE O SÁBIO VÊ, NÃO É A MESMA ÁRVORE QUE O TOLO VÊ! William Blake, londrino, 1800.

terça-feira, 30 de abril de 2013

52 Seção da OAB de Pindamonhangaba presta homenagem no Dia Nacional da Mulher


Prezadas Colegas,
 
Neste dia 30 de abril – Dia Nacional da Mulher, em nome da Comissão da Mulher Advogada da OAB/SP, quero lembrar a trajetória das mulheres que fizeram parte de lutas e conquistas pelos nossos direitos, ultrapassando obstáculos e derrubando tabus com coragem e reconhecimento.
O dia 30 de abril foi instituído pela Lei nº. 6.791 de 09 de junho de 1980 como o Dia Nacional da Mulher. É uma homenagem à data de nascimento de Jerônima Mesquita, que foi uma das ilustres brasileiras que viveram no início do século 20. Nascida em Leopoldina (MG), aos 30/4/1880 foi, ainda moça, concluir seus estudos na Europa. Retornando, após observar outro tipo de vida, não se conformou com a situação preconceituosa imposta às mulheres de sua terra natal. Dotada de inteligência, perspicácia e muito diligente, Jerônima se uniu a um grupo de mulheres combativas e fundou o Conselho Nacional das Mulheres. Foi sufragista e lutou para que, em 1932, todas as mulheres, acima de 18 anos, pudessem votar. Engajou-se em frentes de assistência social, sendo uma das fundadoras da Pró-Matre, hospital beneficente que tinha por objetivo acolher gestantes pobres. A matriz foi no Rio de Janeiro, mas hoje, há hospitais com esse nome em muitas cidades brasileiras; fundou, também, a Associação Cruz Verde e lutou contra a fome, a febre amarela e a varíola no início do século 20. Faleceu na cidade do Rio de Janeiro, onde morava, em 1972.
Nosso reconhecimento, respeito e, sobretudo agradecimento, pois se estamos aqui é porque elas um dia tiveram a ousadia de dar o primeiro passo.
Parabéns a todas nós mulheres brasileiras.

Cordialmente,

Gislaine Caresia

 Presidente da Comissão da Mulher Advogada
(11) 3244-2263/ 2264

Com os nossos calorosos cumprimentos,

Glaice Tommasiello Hungria
        Presidente
Obrigado à dra. Gislaine pelo envio da matéria. Um grande abraço.

CAROL, novinha, aceitou nosso desafio, estudou, aprendeu, levou o novo conhecimento à sua classe, foi destacada pela sua competente professora de ciências e provocou intenso debate. Parabéns jovem. É assim que se faz


Cliquem na imagem que o livro abre


oi sergio,acabei de ler e adorei o site,obrigada,agora vou pensar 2X antes de mascar chicletes kkk e vou passar o site pra minha professora de ciencias
bjs
Carol.



Carol, tem mais uma coisinha. Ganhei um livro de uma psicóloga que trabalhava comigo em uma metalúrgica em São Paulo, a Lucília Rossato, quando a minha filha Cristiane nasceu, isto no ano de 1973. Li, gostei e apliquei seus ensinamentos e ultimamente, radicalizei. AÇÚCAR, nunca mais! Como você é novinha e inteligente, recomendo que faça o mesmo. Não estrague sua boa saúde, elimine o açúcar da sua vida. É difícil, porém, salutar. O livro chama-se Sugar Blues e pode ser lido aqui  e agora, acessando o link abaixo. Se gostar, divulgue.
Grande abraço Carol.
Sérgio

Carol deixou um novo comentário sobre a sua postagem "CAROL, um desafio "pra" você": 

oi sergio,adoro desafios e adoro ler,isso veio a calhar amanha nao tenho aula: reuniao dos professores,hoje nao da mais pq minha mae controla o uso do computador mas ja falei pra ela e ela liberou pra manha
obrigada
bjs
Carol. 


Carol deixou um novo comentário sobre a sua postagem "CAROL, bom dia. Tudo bem com você? Já terminou de ...":

ola sergio,bom dia
eu terminei de ler o livro,como vc disse é uma linguagem pra adulto mas entendi o recado porque a apresentação ja diz tudo: é mais do que uma denúncia:irônico,ao mesmo tempo assustador e divertido,é principalmente um trabalho jornalístico inteligente e atual que aponta os meios para a libertação do vício institucional da sacarose industrializada e acrescenta receitas de pratos deliciosos, todos sem açúcar
sergio,daqui a pouco vou fazer a leitura do resumo do sugar blues pra classe,toda segunda na primeira aula um aluno se candidada para fazer a leitura compartilhada,isso é feito em todas as primeiras aulas de manha,tarde e noite,começou segunda passada e eu serei a primeira aluna a fazer a leitura,ela pode ser qualquer leitura:resumo de livro,recorte de jornal ou revista,só não vale ser de livro didatico,tomara que eu não gagueje ou fique nervosa porque tem sempre uns engraçadinhos pra atrapalhar kkk
bjs e uma ótima semana,sergio
Carol.




ola sergio,boa noite
a minha apresentação foi otima,o assunto rendeu tanto que foi a aula inteira porque surgiu de tudo: pros e contras,gente que citava os avos de +80 que nunca deixaram de usar o açucar e estão saudaveis,outros dos parentes que morreram de diabetes,chegaram ate falar dos beija flores kkk e muita gente vai fazer o download inclusive a professora de ciencias pra ler,ela não conhecia o livro
obrigada sergio meu e da minha turma
bjs
Carol.


Prezada Carol, este acontecimento me deixou feliz. Ponto alto do ecoeantigos. Mais feliz ainda em saber que Herculândia prossegue na boa trilha do caminho certo, na importante área da EDUCAÇÃO. A isto, costumo chamar de MERITOCRACIA. Transmita à sua professora de ciências, cujo nome não nos foi informado, os nossos mais sinceros parabéns, pois está honrado nomes importantíssimos de educadores que por aí passaram. Não enumerarei ninguém, pois alguma omissão causaria injustiça, ou melhor, citarei apenas um, porque é meu amigo pessoal e de juventude, o Mestre ADHEMAR TAMAOKI.
À sua turma, outro abração e se tiver oportunidade, envie umas fotos de vocês para as postarmos no bloguito.
Valeu moçada inteligente.


Esta foto  me foi enviada pelo Luiz Domingos Prince, ali na escada, sem camisa.

MARACANÃ: VEJAM AMIGOS! EU AVISEI! LEIAM O BLOG DE HOJE


MARACANÃ: JUSTIÇA CONFIRMA O BLOG 
O Blog antecipou, aliando a história ao parecer do Jurista Jorge Beja, o que a prática agora confirma. No mar de ações judiciais que se avizinham, o empresário Eike Batista, vitorioso concessionário, não deve nadar de braçada, sem enfrentar tormentas... 

O Juiz Belmiro Fontoura Ferreira Gonçalves, da Terceira Vara da Fazenda Pública do Rio de Janeiro foi o primeiro a decidir que “nenhuma condição da FIFA pode se sobrepor ao direito adquirido dos proprietários de cadeiras cativas do Maracanã”. 

Pela decisão, o governo do Rio e a Suderj terão de disponibilizar duas cadeiras cativas ao proprietário Marco Aurélio de Campos, durante os jogos da Copa das Confederações e da Copa do Mundo. 

Claro como a luz do dia, o magistrado entendeu que a reforma do estádio para as competições e sua concessão, não podem romper um contrato já estabelecido entre o proprietário e o Poder Público. 

A decisão vale ser transcrita: “A cadeira perpétua do Maracanã (estádio Jornalista Mario Filho) nada mais é do que um título adquirido por aquele interessado e pelo qual se obrigou a Administração Pública. A reforma do estádio não tem o condão de romper este contrato de concessão de uso do domínio público e impedir que os titulares de cadeiras perpétuas delas façam uso durante os certames”. 

E mais. Sobre o compromisso assumido pelo governo estadual com a Fifa, o juiz assinala: “Não se afigura constitucional a sobreposição de eventual exigência ou condição da Fifa ao ordenamento pátrio e suas cláusulas pétreas, como o direito adquirido, sob pena de atentado à soberania nacional”. 

Ao que foi decidido, se os dois lugares em ponto nobre não forem reservados ao impetrante nos próximos dez dias, o Estado, a SUDERJ e ou o concessionário terão de pagar multa diária de 500 reais pelo não cumprimento da obrigação de fazer. 

Vem ai uma tsunami de ações. Podem crer...

Falei e disse!!!


Cataldi, muito obrigado e um grande abraço.

MAXICAR; O exemplar do mês

 Cliquem na imagem que abre

Agradecimentos à Fátima Barenco pelo envio do exemplar do mês. Um grande abraço.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

VIOLÊNCIA

Foto Estadão, Nilton Fukuda
Viriatro Gomes da Silva e Risoleide Moutinho de Souza, pais da Dra. Cinthya Magaly Moutinho de Souza
VIOLÊNCIA

“Deus conceda-me serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para mudar aquelas que posso, e sabedoria para reconhecer a diferença entre elas”. 

Ontem assistindo televisão, um programa sensacionalista ou não, me acordou da “negação” que até por um mecanismo de defesa muitas vezes fazemos diante da crescente violência e de sua comparsa; a impunidade. Tenho uma filha dentista e inevitavelmente me coloquei no lugar dos pais da profissional brutalmente assassinada por uma quadrilha que agia em consultórios...e doeu muito... 

Todos nós sabemos, até uma criança de sete anos, a dor de uma queimadura num dedo; os assassinos também sabem, inclusive o “menor” de dezessete anos. Menor pra mim é a criança que precisa de cuidados porque ainda não aprendeu que fogo queima e pode causar sofrimento e morte para si e para os outros; um rapaz de 17, 16, 15....já sabe disso e de muito mais. Existe um drama social na história de cada um deles? Existem dramas sociais por toda parte e nem todos saem por aí queimando e matando. Esse jogo de culpa não deve e não pode continuar sendo usado. Aquela jovem que matou os pais e que hoje se diz pastora, tinha excelente condição familiar e sócio-econômica...Devemos sim ajudar jovens que querem ser ajudados, que têm consciência do mal e empatia pelo próximo; inútil gastarmos recursos e energia com psicopatas sem piedade e de corações gelados. Tratá-los como menores inocentes é compactuar com a perversidade e o mal; certamente os criminosos “maiores” também foram “menores” cruéis e impunes, pra eles não existe sentimento de culpa nem arrependimento; embora sejam verdadeiros artistas na arte de dissimular se fazendo de vítimas e candidamente arrependidos. 

Muitos podem discordar mas não acredito em “cura” para a psicopatia, embora nem todo psicopata se torne assassino a crueldade é de sua natureza; não acredito que seja uma doença. Alguns poucos anos na prisão ou qualquer tipo de instituição, mesmo que fosse na Suécia, não faria deles pessoas de bem; ao final de penas curtas, e elas sempre são, continuarão sua saga de violências. Não sei se penas mais duras resolveriam; mas com certeza a sensação de impunidade é um componente à mais para o aumento da criminalidade. 

Se continuarmos calados diante de leis frouxas que privilegiam bandidos, principalmente menores, seremos cúmplices de outras mortes...de inocentes e pessoas de bem.

Rosa Marin Emed.

Rosinha, muito obrigado. Pena que seu retorno seja marcado por este infausto acontecimento. Um grande abraço a você.

Revivendo os Menestréis de Herculândia



Fábio Augusto, Francisco Eduardo Simões, Francisco Neto e José Silvio Simões.

Brrrrrrrrraaaaaaaaavvvvvvvvoooooooosssssssss. Abração gente e obrigado.

LUCELIENSES, 6º ENCONTRO EM SÃO CAETANO DO SUL, EXEMPLAR MANIFESTAÇÃO DE AMIZADE E UNIÃO

video



Nossos melhores agradecimentos ao Pedro Akio Tukamoto
pelo envio das 115 fotos deste maravilhoso encontro, do qual, infelizmente, por compromisso em data coincidente,  o evento de veículos antigos de Jacareí, me impediu de participar desta agradabilíssima reunião. Grande abraço ao Pedro, a todos os participantes e visitantes do ecoeantigos.
Abaixo algumas fotos em destaque;





















Cliquem que amplia   

domingo, 28 de abril de 2013

Amiga ZÉLIA. Sua despedida

 
Este vídeo está oculto no Blog, para que possa ser visto pelos seus amigos.

video

CAROL, bom dia. Tudo bem com você? Já terminou de ler o Sugar Blues?

<===========================

Minha netinha Juju, de oito aninhos,  veio nos visitar ontem à tarde e disse;
-Vô,  aprendi a fazer mais um bolo, bem prático, a tia Sueli quem me passou a receita, chama-se Nega Maluca. Eu sei que você não vai gostar, mas é delicioso.

Para encurtar a conversa, a receita está AQUI.


Pois é Carol, ela sabe que não recomendo o açúcar nem a farinha branca, entretanto, remar contra a maré é dificílimo. Tomara que você consiga, pois aqui em casa, estou sozinho.
Um grande abraço a você e bom domingo.


sábado, 27 de abril de 2013

Nunca abra mão de seus valores pessoais

video

Obrigado Edgard Moreno. Um abraço.

Fusca, 1964 do Wilson, saindo para São João da Boa Vista, refazer tapeçaria 100% original






Cliquem que amplia.
 Boa viagem César.