Cliquem aqui, http://radiovitrolaonline.com.br/, acionem a Rádio Vitrola, minimizem e naveguem suavemente sem comerciais.

.- A ÁRVORE QUE O SÁBIO VÊ, NÃO É A MESMA ÁRVORE QUE O TOLO VÊ! William Blake, londrino, 1800.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

NÃO ACORDE O CÂNCER QUE DORME EM VOCÊ

Entrevista, legendada em português, com o Dr.David Servan-Schreiber, autor do livro Anticâncer que vendeu mais de um milhão de exemplares em 26 países. Este livro foi o meu manual para entender o que estava acontecendo comigo em junho de 2008 quando descobri no meu corpo tumores no rim, próstata e fígado. Hoje, é o meu principal guia que vem me orientando para eu conseguir curar meus cânceres. Depois de ler o livro compreendi que nosso corpo é como um carro da marca Ferrari onde você só deve colocar o combustível, os óleos e os aditivos especificados, senão, adeus Ferrari.O corpo humano é uma obra-prima e não foi concebido para utilizar-se de comidas em fast-foods, refrigerantes, agrotóxicos, poluição e nem absorver o estresse da vida contemporânea. O nosso "software" não possui instruções para processar todo esse resíduo antinatural. Todo este lixo que absorvermos é cada vez maior e alimenta as células cancerígenas, destruindo lentamente o nosso "hardware". Se diminuirmos e até conseguirmos eliminar totalmente estes resíduos de nossas vidas, é possível evitar a maioria das doenças, pois nosso corpo volta a funcionar corretamente e os nossos hormônios se normalizam. Para tanto basta mudarmos o nosso estilo de vida constituído pela má alimentação que seguimos, dos exercícios que não temos o hábito de praticar e dos pensamentos ruins que nos dominam. Veja este vídeo e saiba o que Dr. David revela nesta entrevista.
Mas é preciso saber muito mais lendo o seu livro Anticâncer, que reune as mais recentes pesquisas mundiais sobre quase tudo que pode nos beneficiar e que não são divulgadas. Tenho a absoluta certeza, que este livro o fará repensar seu conceito atual de como é levar uma vida saudável. Além disto, se você seguir o que ele recomenda é garantido que não acordará o câncer que existe adormecido em você. Atenção! Não deixe de acessar, via internet, as centenas de pesquisas referenciadas no livro, que são absolutamente claras e fantasticamente reveladoras. Qualquer comentário esclarecedor favor postar..
Saúde a todos,

 Luiz Henrique Xavier
Categoria:
Sem fins lucrativos/ativismo
Licença:
Licença padrão do YouTube


sábado, 26 de outubro de 2013

NATUREZA E SUA IMPORTÂNCIA, NO GLOBO REPÓRTER


- Professores utilizam a natureza para facilitar aprendizado de alunos======> AQUI

- Jardins terapêuticos reduzem pressão sanguínea e ativam o cérebro=====> AQUI

- Pesquisadores explicam as ações da natureza que aumentam o bem estar=====>  AQUI

- Enfermeira usa 'natureza virtual' para amenizar sofrimento de pacientes====> AQUI

Cientistas japoneses afirmam que 'banho de floresta' combate doenças=====> AQUI


Mil agradecimentos ao Dr. Fagundo por me ligar para assistir a este programa, o qual o disponibilizamos para quem o perdeu. Como brinde, coloco a foto que me enviou há pouco. Grande abraço Dr. e muito obrigado.


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Sabia que as pessoas mais fortes normalmente são as mais sensíveis?



Suzeti Prince

Todos passam por momentos ruins em algum momento. A vida não é fácil. Algo pra se pensar... Sabia que as pessoas mais fortes normalmente são as mais sensíveis? Sabia que aqueles que se mostram mais prestativos são geralmente os primeiros a serem maltratados? Sabia que aqueles que cuidam dos outros são geralmente os que mais precisam de quem os cuide? Sabia que as 3 coisas mais difíceis de se dizer são 'eu te amo', 'desculpe' e 'me ajude'? Às vezes alguém parece feliz, mas se você olhar além do sorriso vai ver a dor que está sentindo. Por todos os meus amigos que estão passando por problemas nesse momento - vamos começar uma avalanche de intenções. Todos precisamos de intenções positivas. Se eu não vir seu nome, vou entender. Peço a meus amigos, onde quer que estejam, para copiarem e colarem esse post e deixar ele no topo de sua linha do tempo por uma hora, que seja - para dar um apoio para aqueles com problemas de família, de saúde, de trabalho, preocupações de qualquer natureza e que precisam saber que alguém se importa. Faça por todos nós, porque ninguém está livre. Espero ver isso nos murais dos meus amigos simplesmente pelo apoio moral. Sei que alguns o farão! O fiz por um amigo, você também pode fazê-lo. Copie e cole!! Não clique 'compartilhar'. 
Deixe as boas intenções

Copiado e colado. Grande abraço Suzeti.

Se acalmar, respirar fundo, encontrar o equilíbrio...

Hoje pensei em marcar um horário com meu cabeleireiro para uma mudança radical, que estou certa ele me desaconselharia. Sou muito grata e leal à esses profissionais com seu trabalho indispensável no universo feminino. Futilidade??!! Fique sem fazer-lhes uma visita por alguns meses pra ver onde vai parar sua auto-estima. Hoje quem cuida das minhas madeixas é o meu amigo Ronaldo, mas durante muito tempo foi a cabeleireira Olga, até que ela se aposentasse. Olga tinha uma teoria interessante à respeito do cabelo feminino; dizia ela que as mulheres muito jovens necessitam de cabelos longos pra se sentirem femininas; quando alcançam o equilíbrio afetivo, profissional e emocional se transformam num Sansão às avessas, dizem adeus aos longos e cortam os cabelos. Cortar cabelos era a especialidade de Olga; eu costumava chamá-la de “Olga mãos de tesoura”,um verdadeiro perigo! Vê-la em ação me lembrava a frase de Willian Shakspeare “O meu corpo é meu jardim, minha vontade seu jardineiro”, para Olga; Seus cabelos são um jardim, minha vontade seu jardineiro.

Não sei se a teoria da minha antiga cabeleireira está certa, ou se eu vivo em constante desequilíbrio; já tive os cabelos longos, semi-longos, curtos, curtíssimos... em várias fases da vida, e os tenho usado semi-longos há algum tempo; de acordo com a teoria, num equilíbrio moderado. Porém... aprendi à duras penas que não se deve mudar a cor, o corte nem o comprimento dos cabelos quando se estiver excessiva; excessivamente infeliz ou feliz, excessivamente brava ou melancólica, excessivamente apaixonada ou decepcionada, excessivamente segura ou insegura...e outros excessivos que fazem parte da natureza humana....O risco de se arrepender também é excessivo! Meu conselho é se acalmar, respirar fundo, encontrar o equilíbrio, ainda que incompleto como o meu, e partir para a mudança....ou não. Se a sua vontade de mudança se fixar nos cabelos ou se eles correrem o risco de virarem o bode expiatório de suas mazelas ou insatisfações, esconda-os; faça um cabelo preso, amarre um lenço bonito...Quando vejo mulheres com “cabelos escondidos” me pergunto se estão insatisfeitas com suas madeixas, ou se estão excessivas. Hoje por exemplo tive uma vontade danada de cortar os cabelos bem curtinhos e pintá-los de roxo; fiz um coque, uma hora de esteira, banho morno pra frio e escrevi esta história....tempo suficiente para reencontrar meu moderado equilíbrio..... a vontade do curto e roxo passou e o motivo ou o excesso que me levou a desejar um cabelo tão diferente do meu...se acalmou, vejamos até quando......

Cortar os cabelos e pintá-los de roxo pode ser substituído por: Virar a mesa, rodar a baiana, viajar pra Conchinchina, mandar o chefe catar coquinho, a vizinha lamber sabão etc...


Rosa Marin Emed

Rosinha, obrigado pela generosidade. Abraços.

'Gosto de ser livre', diz idosa que mora há 10 anos sobre árvore, em RR




IDOSO VIVE HÁ DEZ ANOS DENTRO DE UM FUSCA NO MÉXICO




Sorte dele que não vive no Brasil, aqui seria impossível ter este improvisado abrigo, pois, ou seria roubado por interessados em desmanches clandestinos de carros,  (peças de fuscas são valiosas, acreditem, só o para-choque dianteiro original vale uns CR$ 350,00) ou teria, impiedosamente, seu Fusca 67 recolhido pelo departamento de trânsito dos marronzinhos, após multa por péssimo estado de conservação.

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Casal viaja quase 6 mil km de fusca pela América do Sul



Depois que lerem a reportagem supra, visitem a página no Facebook da Alessandra.

Que inveja!!!

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

BIOGENIA




Higienismo no Brasil

Por que as pessoas, de forma geral, têm tanta dificuldade em modificar seus hábitos alimentares?

Porque alimentar-se significa, em primeiro lugar, manter a vida. Precisamos comer para viver. Em seguida, porque poucos são aqueles que estão livres do mais comum (e natural) de todos os vícios: comer. Toda a pessoa intoxicada e adoentada terá grandes dificuldades em sair sozinha de seu vício – aquilo que a mantém doente! A grande maioria das pessoas está dominada por certos hábitos alimentares e substitui suas carências psíquicas e espirituais pelo comer. Quebrar hábitos alimentares doentios e substituí-los por hábitos saudáveis significa quase todo caminho no processo de mudar realmente uma vida pobre que constrói doença por outra vida radiante, auto suficiente livre de drogas e doutores.



Valeu Dr. Fagundo. Abçs.

Meu nome é Amelia



Olá ..,
Como você está?
Meu nome é Amelia. Eu sou uma mulher que me deparo com o seu perfil aqui e eu gostaria de adicioná-lo como meu amigo e para estabelecer uma relação duradoura com você.Você pode me encontrar no meu e-mail id. por favor Se você estiver interessado em saber mais sobre mim OK? para que eu possa lhe enviar minha foto e dizer mais sobre mim. Eu estarei esperando para ouvir de você com amor,

Amélia Gohourou

Olá Amélia, obrigado pelo interesse, porém, eu não estar interessado, entretanto, divulgarei sua necessidade, caso algum leitor queira se corresponder com você, OK? 
PS: Tadinha da Amélia, provavelmente gringa, querendo dar golpe num esfolado contribuinte tupiniquim, mal sabe ela que golpistas por aqui temos aos borbotões.

MAXICAR nos envia exemplar do mês



Obrigado Fátima Barenco pela gentileza. Um grande abraço a você.

Nesta época era São Paulo





Obrigado Marli, do Blog da Mary, indicado na barra lateral===>

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Homenagem ao amigo que partiu deixando saudades e lições

 Boomer Fortaleza da Aldeia; 804- Retriever do Labrador; 21 março 2002/16 outubro 2013].


“Saudade é a falta do magnetismo de alguém”- FCX..


Diante do meu querido cão, após seu último suspiro, mesmo sabendo o quanto eu o amava, mesmo chorando, repeti incessantemente as santas palavra de Jó:

- “Deus deu, Deus tirou. Bendito seja o seu santo nome!”

Meu querido Boomer, você estava comigo por empréstimo divino. Fui seu humilde guardião nesta nossa experiência. Espero ter feito tudo que você merecia. Mesmo depois de fazê-lo emagrecer oito quilos, você continuou e continuará sendo meu “dezesseis toneladas de amor”.
Nunca esquecerei as músicas que cantava para Você. Onde estiver, certamente dará sua carinhosa risada canina e possivelmente, em linguagem canina, dirá 
– É..., ouvia e abanava o rabo só para não perder a raçãozinha gostosa que ele trazia!.
“Que cachorro bonito que você é; tem joanete, mau hálito e ainda por cima tem chulé!”.
“O Boomer é bom companheiro; O Boomer é bom companheiro; O Boomer é bom companheiro, não há quem possa negar!”.

Sua dedicação era imensa. Para não me desagradar procurava atender meus desengonçados assovios reproduzindo toques da caserna. Aceitava tranquilamente meus comandos de “em frente, marche”, “direita, volver”, “esquerda, volver”. Eu sei que o comando que mais gostava era quando falava “meia volta, volver, em direção ao rancho, sem cadência, marche”.
Lá vinha você balançando seu corpão, com suas competentes paradas para urinar. 
Hora da bananinha! Hora do pãozinho integral! Em direção ao brócolis, avançar! Era só alegria!
É isso ai meu querido Boomer.
Segue com Deus. Que a bênção divina possa nos envolver, para que você em sua nova morada, seu novo plano vibratório, seja repleto de felicidade, e que minha mente e meu coração se acostume com a sua falta material, já que “Saudade é a falta do magnetismo de alguém.”.

Conforme escreveu Adelino da Silveira,

“Sentir saudades daquele que foi nosso companheiro fiel..., é natural, entristecer-se..., é natural, chorar..., é natural; pensar no quão importante e bom foi tê-lo ao nosso lado, enquanto isto foi possível, e saber que a vida continua, o laço afetivo permanece, o amor se eterniza..., é espiritual e sábio. 
É muito mais do que a aceitação, é a confirmação do amor que une todos os seres vivos e permanece vivo dentro de cada um.” (grifo do digitador).

P.S.:
Os espíritas são apontados muitas vezes como pessoas desapegadas em relação à morte de entes queridos (o que inclui seus animais de estimação). Isto não é verdade! 

Os espíritas compreendem melhor a desencarnação, pois, como a própria palavra já descreve, acreditam na morte do corpo físico e na continuidade da vida pelo Espírito! Todos são espíritos: homem e animal.
A morte significa apenas uma nova modalidade de existência, que continua, sem milagres, e sem saltos.
Como não podemos criar nem destruir energia, nosso espírito continuará sua existência em outro plano vibratório.

“É forçoso restituir o depósito quando o reclama o seu dono legítimo.” 

MMC – 16 de outubro de 2013



Meu caro amigo MMC, meus sentimentos e um grande abraço a você.

JOE ROMEIRO

(Para que tal encontro entre essas duas espécies fosse possível, a espera não foi menor do que 70 milhões de anos!...).
José Raul Machado Ribas




Obrigado Raul, um abraço.

domingo, 20 de outubro de 2013

ROMI ISETTA! A HISTÓRIA DO 1º AUTOMÓVEL GENUINAMENTE BRASILEIRO



Romi-Isetta - testes, produção e montagem em Santa Bárbara d'Oeste e Caravana de Integração Nacional em Brasília 1960 - Juscelino Kubitschek Romi Isetta vídeos originais;



Obrigado MC Jaimão. Abração.

TRÊS GARÇAS, GUARATINGUETÁ, UM DOS ÚLTIMOS REDUTOS ROMÂNTICOS DO VALE DO PARAÍBA

Joel e Sueli, segurem as pontas aí, cheguei agora, 5,00hs. darei uma dormidinha e depois farei a sequência   desta matéria, a qual promete. Ganhei a noite com a sua simpatia. Muito obrigado companheiro.



Sábado, 19.10.13, 9,00hs

- Benhê, na tv não tem nada de interessante, vou me deitar.
- Se arrume, vamos ao Três Garças.
- É prá já!


video
Fuscão Itamar 1995, toca-fitas k7, Ray Coniff, Rodovia Presidente Dutra e lá vamos nós...


video
...chegamos, quarentinha o casal, só pra entrar? E o sinistro, o tal do manteiga derretida diz que não há inflação...


video
...terra dos Alves Cabernet Sauvignon servido, queijinho, pupunha e salaminho (embutido companheira?)  é dada a largada e voltamos aos anos dourados...


video
...prossegue o baile com o veterano Vivaldo dando um show à parte e só ficamos tristes porque lhe ocorreu um problema de saúde, estando em recuperação, razão pela qual canta sentado, entretanto, a competência segue inalterada...

video
... o casal Joel e Sueli foi o primeiro a chegar, sentamos próximos, ele me reconheceu, citou meu nome completo, era do Departamento de Laminação da Villares nos anos 80, comentou que a Sueli tivera AVC, salvou-a a SBCDV- Sociedade Beneficente Carlos Dumont Villares, o que muito me alegrou, pois era responsável pela burocracia na contratação de funcionários e sempre batalhei para que todos se segurassem, recolhíamos 1% do salário e a Villares contribuía com outros 1%, sendo a unidade de Pindamonhangaba a única com 100% de adesão e a mim também a SBCDV salvou...


video
... bom, para finalizar, o Joel pediu para o Vivaldo me enviar uma saudação. Obrigado gente pelo carinho.


PS 1: O moço do chapéu destoou;
   2: Sentimos que o ambiente nostálgico está com seus dias contados e o simpático garção Edivaldo já não mais lá trabalha.

sábado, 19 de outubro de 2013

O fantástico mundo do CARDOSÃO

 Em tentativas frustradas de explanar sobre a subjetividade do sucesso para a introdução do RETRATANDO de hoje, resolvi pesquisar sobre o tema. A grande maioria dos resultados encontrados fazem alusão ao sucesso financeiro, porém queria retratar o sucesso da união de pessoas que se dedicam por um único objetivo, que não o dinheiro. E na frase do escritor, poeta , diplomata mexicano e ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 1990, Octavio Paz, inicio a bela e irreverente história do nosso CARDOSÃO.

“O amor é uma tentativa de penetrar no íntimo de outro ser humano, mas só pode ter sucesso se a rendição for mútua”.


Fernando Noronha - Portal R3

Toda a matéria, muito bem produzida, fartamente documentada, retratando a gente simples da nossa querida Pindamonhangaba  esta AQUI, ocasião em que parabenizo este jovem jornalista pela feliz demonstração e um abração ao CARDOSÃO, o qual só conheço de vista e também sou admirador do seu trabalho voluntário, tanto que no dia 9 de setembro de 2012 gravei a música do Duo Esperança e Oliveira, O Relógio, a seguir (local improvisado, pois nessa época o palco estava em reforma);


Devanil Mouro Galina citado no ecoeantigos pelo sobrinho Edmir S. Emed


Devanil Mouro (de branco) dançando com a Elza, Sr. Francisco Simões, prefeito, dançando com D. Estrela, creio, ano 1955

Edmir Sallim  deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Hoje viajo até a Sexta-feira, 16 de outubro de 200...":

ola Sérgio obrigado pela lembrança do tio Devanil Mouro, que a família é Diva minha mãe, Djalma (falecido em outubro 2008) Devanil (falecido em outubro 1957) Dimar, Dorival e Décio, e continuando abaixo é a Delazir não é Sérgio, abços. 
Edmir Sallim 

Caro Edmir, obrigado pelo comentário. Seu tio Devanil, o qual  não o conheceu, era um líder da juventude herculandense dos anos 50, com seu belo topete à lá Cauby Peixoto, montado em sua moto, não me lembro se Jawa ou Csepel, arrancava suspiros das poçoilas casadeiras.
Matéria onde ele foi mencionado está AQUI.
Grande abraço a você caro Edmir.

O tempo passou, mudou e o clube morreu. Que pena, que saudade!...

Clube Literário de Pindamonhangaba no antigo prédio que ficava ao lado da praça Monsenhor Marcondes. Foto do livro de Eloyna Salgado Ribeiro, A Vida nos Balcões da Pequena Pindamonhangaba .

Aqui na terrinha de Bicudo Leme tínhamos o Clube Literário onde os bailes oficiais (que eram muitos), sempre com orquestra, para os quais eram exigidos rigorosamente trajes a rigor... O mais famoso deles, na programação anual, era o “Baile dos Cadetes” com alunos da Academia Militar de Agulhas Negras, oportunidade na qual as moçoilas, vigiadas de perto por rancorosas matronas (sacomé né, o fascínio da “farda” exercido nas bonecas de antigamente!), se apaixonavam resultando muitos casamentos!... O bom “cearense” Ciro Gomes, por exemplo, segundo contam os mais antigos (pode ser que sim, pode ser que não), foi fruto de um casamento que teve como origem um namoro nascido numa dessas ocasiões, entre um belo cadete e uma bela pindamonhangabense! 


O tempo passou, mudou e o clube morreu. Que pena, que saudade!...


José Raul Machado Ribas

video

Melhor sorte Raul, teve o Herculândia Clube, que continua a alegrar a nossa gente. Obrigado e um abraço.

Essa é a história do Luiz Antônio Barbosa Bettoni

Essa é a história do Luiz Antônio Barbosa Bettoni. Há cerca de 10 anos, ele percorre cidades do Vale do Paraíba, São Paulo, Litoral Norte, Rio de Janeiro e alguns municípios de Minas Gerais com um único objetivo: reflorestar. Fundador da ONG Reflorestar é Viver, de Guaratinguetá (SP), este Indivíduo Não-Governamental (ING) declarado decidiu contar sua história para o Inflame-se! para mostrar que com pouco é possível fazer muito.


Valeu Solange, beijos.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Rádio relógio eficiente

video

Obrigado caro ZSylvio. Um grande abraço.

Doar: O Anúncio Tailandes Que Fez o Mundo Chorar

O vídeo tailandês que numa semana foi visto 7.5 milhões de vezes 
Olhem que maravilha!!! 
Isso merece ser divulgado.
Uma empresa de telecomunicações da Tailândia criou um anúncio em vídeo que é uma linda lição de vida. Apesar de ser comercial, a principal mensagem do vídeo é que se tivermos respeito, se estivermos prontos para ajudar o próximo sem esperar nada em troca, mais cedo ou mais tarde seremos recompensados, mesmo sem estarmos à espera. Assista o vídeo e se emocione com esta linda mensagem.
Andrade.

Prezado Andrade, muito obrigado e um grande abraço.

"Uma folha cai ao Céu"

Para quem acha que o primeiro mundo é muito diferente dos países em desenvolvimento e que o Brasil é o último dos países do mundo, veja e reveja seus conceitos! Pensar seriamente é preciso, sem egoísmo e sem paixões subalternas. O escritor Knud Romer fala sobre a morte de seu pai e a solidão dos idosos na Dinamarca, um país várias vezes eleito o mais feliz do mundo. "Uma folha cai ao Céu" é o nome do documentário sobre o pai de Romer, produzido por Didde Elnif e Anders Birch.

Uma entrevista imperdível.


Obrigado Marli, do Blog da Mary, indicado na barra lateral===>