Cliquem aqui, http://radiovitrolaonline.com.br/, acionem a Rádio Vitrola, minimizem e naveguem suavemente sem comerciais.

.- A ÁRVORE QUE O SÁBIO VÊ, NÃO É A MESMA ÁRVORE QUE O TOLO VÊ! William Blake, londrino, 1800.

segunda-feira, 25 de março de 2013

Absalão de Souza Lima envia foto histórica dos anos 60 ao ecoeantigos


Prezado Sérgio - bom dia.
Na casa de minha tia Virginia, revirando os alfarrábios, encontramos essa foto.  Lamentavelmente, não temos a data em que foi tirada, mas, voce não terá dúvida alguma, é o seu saudoso pai abastecendo uma perua Kombi. Só posso garantir que há mais de 50 (cinquenta) anos.
Grande Abraço - Absalão.

Prezado Absalão, bom dia.
Agradeça a sua tia Virgínia por esta relíquia. O posto era bandeira da Shell e precisava de uma pinturinha, não? As colunas de sustentação com obesidade mórbida, com nova denominação, OBESIDADE GRAVE, provaram que tamanho não é documento, pois o prédio desabou há alguns anos, claro, houve provocação de uma malvada retro que enviou para o brejo um prédio histórico, construído nos anos 30 pelo saudoso Joaquim de Oliveira, que abrigou a Agência Ford, que fora transferida para Oswaldo Cruz e posteriormente a Taubaté, onde um de seus gerentes, por muitos anos, foi o  Aldo D. Toledo Fusco, atual presidente do CAAT - Clube de Autos Antigos de Taubaté, meu amigo e Chefe nesta empreitada voluntária, a qual está, distante 18 quilômetros deste estúdio, com denominação de Itavema. À esquerda percebe-se o salão da Coletoria Estadual, contíguo ao prédio do pioneiro Banco Agrícola de Herculândia, Sociedade Cooperativa de Responsabilidade Limitada, fundado pelo Sr. Francisco Rodrigues Simões, cujo contador era o Sr. José Francisco Stocco, a escriturária, a Zenaide Correa Bernardes, o escriturário, o Nelson Walderramas, o caixa, o Elias Rayes, do qual tive notícias por estes dias, todo bonitão, vendendo saúde, com seus quase oitenta anos e o contínuo era este escrevinhador de meia pataca, à direita, o Bar do Lauro pedreiro, com propaganda da Coca na parede, a atendente, sua filha Fátima, o qual construiu o prédio da Coletoria, no fundo, o campo de bocha, na frente da Kombi, do Sr. Francisco Antunes Cintra, 
um Chevrolet Opala, vermelho, 4 portas, equipado com toca-cartuchos marca Muntz, do qual tenho um exemplar guardado e um cartucho também, ano 1968, do Luiz Garcia Martinez, meu avô, creio, ano em que a foto foi tirada, a espada de São Jorge seria obra da minha mãe Eufêmia, para espantar mau olhado, mas definitivamente, não funcionou, logo, espada de São Jorge, nunca mais, deixaram somente umas arvorezinhas lá no morro, ao lado da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, denominada (SP-294), quem passava pela calçada, de fronte à coletoria, era o Zé da Portuguesa e as formiguinhas que quase o Zé esmagou, eram saúvas.

Tenho  amigo, o Nelson Ishii, de São José dos Campos, o qual, no dia de 02 de dezembro de 2007, num encontro de autos antigos em Tremembé, levou o exemplar supra que acabara de adquirir.  Tão novinho que até o carimbo de fábrica no porta-malas ainda lá estava.
No dia 25 de agosto de 2012, no IV Encontro de Veículos Antigos de Taubaté, ocorrido no Taubaté Shopping Center, o Opala do Nelson, já com placa preta, indicando exemplar de coleção, recebeu o prêmio de melhor Chevrolet que se apresentou ao evento.
video
No filmete supra o Nelson se retirando com sua máquina maravilhosa.
Tudo isto me remete à nossa boa terrinha natal.
Grande abraço Absalão e muito obrigado.
PS: De brinde segue esta reportagem (rs) ===> OBESIDADE GRAVE

3 comentários:

  1. Amigos Sergio e Absalão, quanta recordação! O Posto, a Coletoria, o Bar do Lauro, a cancha de bochas... Caramba! Passou um filme em minha cabeça!!!
    Obrigado amigos por me fazer relembrar somente de coisas boas.
    Um abração.

    ResponderExcluir
  2. Olá Sérgio,

    Essas lembranças é que fazem feliz nossos corações, muito obrigado por incluir-me nessa história tão bonita.

    Abração,
    Nelson S. Ishii

    ResponderExcluir
  3. que legal,como o posto era lindo,minha mae disse que o tal do bar do lauro ele conheceu como bar da satiko e essa tal de coletoria ela disse que nao tem certeza mas era um armazem do seu toninho
    bjs
    Carol.

    ResponderExcluir